sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

UM GRITO ECOAVA NA FONTE...



Vai Vaguinho !
Na década de 50, a Ferroviária “ deitou e rolou”, no futebol paulista.
Foram exibições fantásticas contra todos os times que se apresentaram na Fonte Luminosa.
Em dezembro de 1956, a AFE ganhou da A E Velo-Clube Rioclarense, por 15 a 1, pela então Segunda Divisão do futebol paulista. (naquele tempo só tínhamos 2 divisões)
O centro-avante Cardoso marcou 8 gols. Foram 2 recordes estabelecidos. Os 8 tentos marcados pelo Cardoso, numa só partida oficial e a goleada da equipe grená, ficaram marcadas durante muito tempo. O saudoso Mauro Pinheiro, destacava sempre que eram 2 recordes mundiais.
Na Fonte, só havia espaço para alegria e festa.
Nas arquibancadas, entre tantos fanáticos torcedores, uma senhora da qual não me lembro o nome, gritava com toda a força dos pulmões, entre outras coisas – Vai Vaguinho! Vai Ferroviária !-(ela residia na Rua São Bento, em frente ao Parque Infantil Dona Leonor Mendes de Barros)

Naquele tempo, o futebol tinha na sua formação;– 1 goleiro, dois zagueiros, 3 no eixo intermediário e 5 na frente.
O futebol era bonito de ser visto.
E entre tantos nomes revelados pela Ferroviária para o futebol brasileiro, estava o mineiro centro-avante-camisa 9, Vaguinho.
Ele em campo, era sinônimo de gol.
E aquela senhora, “cadeira cativa” grená, gritava – Vai Vaguinho “ E o Vaguinho, ia.
Os mais antigos se lembram com saudade daqueles bons tempos do futebol-arte e acima de tudo, ofensivo, da Ferroviária.
Estamos no começo da temporada de 2017. Que a AFE consiga superar todas as suas dificuldades e se classificar bem no certame de 2017.
E que a gente possa gritar, alto e bom som, Vai Thiago Marques ! Vai AFE !
-.-

Nenhum comentário:

Postar um comentário