sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

ANALISANDO O FUTEBOL DE HOJE


O QUE VALE É BOLA NA RÊDE

Wilson Silveira Luiz
MTb 33092

O saudoso Ennio Rodrigues Caraça, o inesquecível barítono do scratch do rádio, notabilizou suas transmissões esportivas com o clássico –O QUE VALE É BOLA NA RÊDE.
Pois bem. Os tempos passaram e hoje o futebol tem se caracterizado pela força física ou pela nova moda de “posse de bola.”
O time tem às vezes 70 por cento de posse de bola, mas perde por 1 a zero.
Daí então a lembrança do bordão do Ennio. Continua valendo “o que vale é bola na rêde”.
Os novos “entendidos” de futebol ficam felizes por registrarem nas estatísticas a tal de “posse de bola”.
Eu fico ainda com o que o Ennio dizia – vou repetir – O QUE VALE É BOLA NA RÊDE.
Na verdade o futebol brasileiro vem “caindo pelas tabelas” depois que passou a valorizar mais a parte física do que a parte técnica.
Outro detalhe – o futebol brasileiro era bem mais atraente quando tinha um goleiro, 2 zagueiros, 3 na chamada intermediária e 5 na frente.
Que saudade daqueles tempos.
Será que um dia, nós, amantes do futebol, teremos de volta a prevalência do “o que vale é bola na rêde ?”
Com a palavra os “catedráticos” do futebol.
Eu fico aguardando que um dia o nosso futebol-arte volte aos gramados.
-.-

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

OS COMPLICADOS ...DA VIDA...



DO 0800 PARA O MANICOMIO
(salvo honrosas exceções)
Especial Wilson Silveira Luiz
Olá amigos do JA. Esta coluna geralmente aborda as atividades esportivas. Mas o tal de 0800 faz parte de todos os segmentos, esportivos ou não. Pois bem. Gostaria de saber qual leitor que já teve que dedicar boa parte do seu dia, para resolver questões junto ao tal de 0800.
Quem já teve experiência sabe bem do que estou falando. Nada melhor que um bom conselho para “suportar” o suplício que é falar no tal de 0800.(com raríssimas exceções)
Caro amigo leitor. Quer vencer o tal de obstáculo ? - Tenha três condições especiais (paciência, paciência e paciência) Só assim você se livrará de entrar para a lista dos internos de um manicômio.
Esse tal de 0800.